ITP e Unit realizam Encontro Brasileiro dos Pesquisadores pela Justiça Social

ITP e Unit realizam Encontro Brasileiro dos Pesquisadores pela Justiça Social

Democracia e movimentos sociais na América Latina. Este é o tema central da segunda edição do Encontro Brasileiro de Pesquisadoras e Pesquisadores pela Justiça Social, que teve início na noite da última quarta-feira, 31 de maio, no Campus Farolândia da Universidade Tiradentes, em Aracaju. O evento, que reúne os principais nomes do cenário nacional na área dos Direitos Humanos e acontece até este sábado, dia 3 de junho, deve receber cerca de 300 participantes entre estudantes, professores, pesquisadores, militantes sociais, organizações da sociedade civil e entidades governamentais.

Sob a coordenação do Dr. Ilzver Matos, pesquisador do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (que junto com a Unit são os realizadores do evento), o encontro brasileiro conta com o apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa e a Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (FAPITEC) através do edital de apoio à realização de eventos, o PRAEV. Dentre os temas que estão sendo debatidos estão assuntos como ‘O sistema interamericano de proteção dos Direitos Humanos’, ‘Movimentos negros e a articulação com a prática democrática no Brasil e na Colômbia’ e ‘Política de drogas, sistema penitenciário e gênero’.

Tâmara Biolo

‘O caso da boate Kiss perante a comissão interamericana de Direitos Humanos e a responsabilidade do Estado brasileiro’ foi o tema da palestra da Mestre em Direito Tâmara Biolo Soares, nesta sexta-feira (02/06), quando ela falou sobre o resultado das investigações sobre um dos maiores desastres em locais fechados do mundo e 242 pessoas morreram. Segundo ela, pela falta de uma resposta adequada do Estado Brasileiro, o caso da Boate Kiss será encaminhado para a Corte Interamericana de Direitos Humanos.

A conferência de abertura do encontro (31/05) abordou o tema “Movimentos sociais como alternativas à renovação democrática na América Latina”, assunto debatido pela professora titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e coordenadora da Universidade Bandeirante de São Paulo, a Dra. Aldaiza Sposati. Ela foi a responsável pela atual Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), e atua nas áreas de estudo sobre pobreza, assistência social, políticas sociais, governo e gestão municipal. O coordenador do Encontro Brasileiro, o Dr. Ilzver Matos, explicou que o evento é multicêntrico, por isso, terá atividades nos campi da Unit em Estância, Itabaiana e Propriá.

“O encontro tem sido uma excelente oportunidade para debater com especialistas de vários locais do país, como no caso da Dra. Aldaíza Sposati, um dos maiores nomes do Brasil nos estudos sobre pobreza e assistência social; e a Dra. Luciana Boiteux, professora da UFRJ e uma das maiores especialistas do país nos temas de gênero e violência. Também tivemos a presença do Dr. Fran Espinoza, vindo da Nicarágua, país que atualmente vive processos de turbulência democrática também. Ele é um dos importantes nomes mundiais nos estudos das elites políticas, e falou sobre a situação política nacional e da América Latina, e sobre os impactos na justiça social, nos direitos humanos e na democracia”, frisou o coordenador do encontro. Mais informações podem ser encontradas no https://eventos.unit.br/ebppjs/

Comments are closed.