Evento discute a propriedade intelectual como um dos alicerces para a consolidação de uma economia sólida e competitiva

27/04/2022

 

Em alusão ao dia Mundial da Propriedade Intelectual, o Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP), em parceria com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), por meio da Agência de Gestão de Inovação e Tecnologia (AGITEC), realizou nesta terça-feira, 26, a palestra ‘Patentes e programa de mentorias do INPI’.

O tema foi apresentado pelo Dr. Hélio Santa Rosa Costa Silva, Chefe na Sedir Nordeste III (INPI Sergipe) e pesquisador em propriedade Industrial. “A sociedade precisa conhecer melhor a propriedade intelectual. Estamos falando sobre um tema importante e caro que muitas pessoas ainda desconhecem.  É preciso se pensar em incluir esse assunto nas grades curriculares em todos os níveis da educação.  É preciso conhecer para proteger as criações”, citou.

Para  Ila Natielle, analista de Inovação da Agência de Gestão da Inovação e Tecnologia (GETEC/ITP),  a proteção à propriedade industrial pode ser considerada como um dos alicerces para a consolidação de uma economia sólida e competitiva.

“Só assim os inventores podem garantir a propriedade sobre as suas criações e, consequentemente, o direito de uso exclusivo sobre elas, excluindo terceiros de utilizá-las. A Propriedade Intelectual está presente no nosso dia a dia, seja um aplicativo que você utiliza, a marca de uma loja, o design de um celular, no entanto todas essas inovações são protegidas por patentes, registros de marcas, desenhos industriais e direitos autorais”, explica.

“Debater propriedade intelectual é importante para resguardar todo o trabalho desenvolvido, toda pesquisa que fazemos e que tem aplicação para sociedade. Importante que os méritos sejam aplicados para pesquisador, para instituição que está financiando e para o Instituto onde a tecnologia é desenvolvida”, completa a professora doutora Patrícia Severino, pesquisadora do ITP e docente da Unit.

Para o pesquisador do ITP e coordenador dos cursos de pós-graduação stricto sensu da Universidade Tiradentes (Unit), professor doutor Álvaro Silva Lima, é importante o trabalho de conscientização junto aos pesquisadores sobre a proteção de seus inventos, sem prejuízo do ensino e da pesquisa.  

“Um dos desafios é gerar uma patente e proteger os inventores e as instituições. Essa informação precisa chegar à sociedade”. 

Com 132 patentes, ITP é o maior depositante nacional de patente de invenção entre os institutos de pesquisa e integra a seleta lista feita e divulgada pelo INPI, que reúne instituições de ensino superior (IES), empresas públicas e privadas de todo o país, que mais depositaram Patentes de Invenção.

“No top 50 nacional, atingimos a 23a colocação com 53 pesquisadores vinculados à pós-graduação. Algumas das nossas patentes foram em colaboração com a Universidade Federal de Sergipe, ou seja, na própria patente tem os dois endereços. Nós precisamos disputar para que o nosso Estado produza ciência de qualidade e seja visto, nacionalmente, como uma referência”, pontuou doutor Diego Menezes, Presidente do ITP e Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão da Universidade Tiradentes – Unit.

O evento, que aconteceu no anfiteatro do bloco F, na Unit-campus Farolândia, contou ainda com a participação de alunos dos curso de graduação.

“É de grande relevância a inserção da propriedade intelectual na graduação como uma ferramenta de incentivo à inovação. Foi gratificante ver a participação dos alunos da graduação dos mais diversos cursos no nosso evento. O momento foi de conscientização sobre a importância da criação, disseminação e uso do conhecimento para a competitividade para aumentar o desenvolvimento tecnológico, e, consequentemente o desenvolvimento econômico do país. Nosso objetivo é que os alunos, tenham um conhecimento mais amplo sobre o que pode ser patenteado dentro dos resultados de sua pesquisa, bem como sobre as possibilidades de gerar novos negócios a partir destes resultados", finalizou Ila Natielle.



Veja Mais

Instituto de Tecnologia e Pesquisa, UNICAMP e UTFPR desenvolvem projeto em parceria aplicado a Indústria de Petróleo offshore 

Instituto de Tecnologia e Pesquisa, UNICAMP e UTFPR desenvolvem projeto em parceria aplicado a Indústria de Petróleo offshore 

19/05/2022 -   Após três meses de aprendizado e experimentos no Instituto de Tecnologia e Pesquisa-ITP, a doutoranda em Engenharia Qu&...

ITP e Unit sediam o I Simpósio da ABIPTI

ITP e Unit sediam o I Simpósio da ABIPTI

16/05/2022 - O Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP) e a Universidade Tiradentes (Unit) sediam nos dias 16 e 17 de maio, o I Simpósio da Associ...

Propriedade intelectual: importância estratégica da inovação para desenvolvimento de empresas

Propriedade intelectual: importância estratégica da inovação para desenvolvimento de empresas

26/04/2022 -   Dia Mundial da Propriedade Intelectual, 26 de abril, promovido pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OM...

IPHAN propõe termo de cooperação técnica com o ITP e Unit

IPHAN propõe termo de cooperação técnica com o ITP e Unit

08/04/2022 - O Presidente do Instituto de Tecnologia e Pesquisa e Pró-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da ...